nov 13, 2018

Aproveitar a oportunidade dos períodos de pico de vendas no varejo e manter uma gestão eficiente de fluxo de caixa, gerando crescimento real dos negócios. Esse é um dos principais desafios do varejo mundial, e missão para as pequenas e médias empresas brasileiras que ainda estão atrasadas em seu processo de transformação digital.

O varejo mundial aponta que o uso do digital pode aumentar em muito os resultados de vendas em épocas sazonais. Entretanto, a integração das vendas online e offline não é tarefa fácil, principalmente para as empresas que ainda não avançaram em seu processo de transformação digital com a adesão de um sistema de gestão na nuvem.

Em datas como Natal, Dia das Mães, Dia dos namorados, Dia das Crianças e Black Friday é necessário ter um fluxo de caixa ainda mais organizado e controlado para suportar o aumento das transações e permitir tomadas de decisão mais assertivas e ágeis.

Para que o fluxo de caixa seja eficiente, principalmente em datas sazonais, é necessário estabelecer quatro passos essenciais: categorizar a entrada e saída de dinheiro; registrar todas as movimentações; monitorar as vendas a prazo e por fim comparar os meses anteriores para ter margem da gestão financeira, atingindo crescimento efetivo.

A transformação digital na gestão de fluxo de caixa é primordial para o Varejo no Brasil. Só por meio de um fluxo inteligente de caixa em tempo real, as pequenas e médias empresas poderão realizar sua gestão de maneira segura e otimizada, facilitando consultas e processos.

Controlar o fluxo de caixa permite que o empresário veja a base das entradas e saídas, sabendo como o negócio está fluindo. Por meio da adesão ao sistema de gestão na nuvem ele pode fazer análise de informação em tempo real e perceber os acertos, identificar possíveis prejuízos e ter uma tomada de decisão mais ágil.

Falando de possíveis prejuízos, outro grande perigo ao qual os empresários do varejo estão vulneráveis são as multas e penalidades decorrentes de questões administrativas e contábeis. Isso se agrava nesses períodos de pico de vendas em função das mudanças constantes na legislação brasileira de tributos e imposto.

A transformação digital com o uso do sistema de gestão na nuvem pode descomplicar a rotina de fluxo de caixa. Isso porque esses tributos são atualizados em tempo real de forma automática. No varejo mundial os empreendedores são orientados em como reduzir custos e economizarem na montagem da infraestrutura tecnológica ao adotarem um sistema de gestão na nuvem.

A tecnologia na nuvem aplicada a gestão de fluxo de caixa coloca todos os processos em um só local, concentrando todas informações necessárias para gerar uma visão real da movimentação da empresa. Isso gera ao micro e pequeno empresário poder de decisão nos negócios, com mais assertividade e organização para o plano de crescimento da empresa.

Fonte: E-commecer News.

Tags:

0 Comentários

Deixe um Comentário