nov 13, 2018

A expansão do uso da tecnologia pelas pequenas empresas aumentou a capacidade delas alcançarem novos mercados, clientes em potencial, e aumentarem sua produtividade e nível de inovação. Aliado a isso, é preciso formular uma estratégia integrada de segurança, que proteja o negócio e seus dados. Contar com um parceiro é o primeiro passo na busca por soluções na área.

Foi o que fez a GRCompliance, pequena empresa brasileira do segmento de governança, controle de riscos e compliance. Por lidar com informações vitais para o negócio dos clientes, ela precisava de soluções que atendessem a essa demanda específica. Os dados das investigações têm de ser protegidos com qualidade máxima e garantia de confidencialidade. “Toda a parte de segurança nossa tem de ser com o que há de melhor no mercado”, observa o diretor-presidente, Élcio Benevides.

No GuiaBolso, startup brasileira de finanças pessoais, a proteção dos dados também é fundamental.

Afinal, o app está conectado às contas bancárias dos 4,5 milhões de usuários. “Segurança deve ser uma prioridade para todos, desde um e-commerce até uma fintech, como é o caso do GuiaBolso”, lembra o sócio-fundador e diretor de tecnologia da empresa, Inajá Nunes.

Fonte: G1.

Tags:

0 Comentários

Deixe um Comentário