nov 14, 2018

A certificação digital padrão ICP-Brasil sempre possuiu índices baixíssimos de fraude. Graças a uma diretriz firme e positiva do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), os dados de fraudes, com o apoio e ação das empresas certificadoras, têm caído drasticamente. De acordo com o ITI, nos últimos 12 meses terminados em fevereiro, esse índice caiu para ínfimos 0,0008% em relação ao total de certificados digitais emitidos no período, na comparação com os 12 meses imediatamente anteriores.

Esse índice representa uma redução de 64,28%. Mais que isso, representa que as políticas adoradas pelo ITI estão na direção correta. Ano a ano essas fraudes caem, a despeito do aumento de tentativas por parte de cibercrimonosos. O índice, que em 2012 e 2013 era de 0,0033%, baixou para 0,0026% em 2014, passou a 0,0064% em 2015, depois a 0,0060% e 0,0038%, nos anos de 2016 e 2017. Agora, anualizado em fevereiro, registrou queda para 0,0008%.

É sem dúvida um marco que deve ser comemorado por toda a nossa indústria. Mostra que temos amadurecido, que estamos atuando como um time na busca de chegarmos à excelência, oferecendo serviços de qualidade com margens de segurança e confiabilidade altíssimas.

Em outra análise, possuir um sistema com baixíssimo nível de fraude é algo que conta a favor dos usuários, de quem opta pelas vantagens de atuar com um certificado digital no dia a dia. Além de todos os custos reduzidos com consumo de papel, ganho de tempo, gastos menores com deslocamentos, com espaços que antes eram ocupados com a guarda de documentos e papéis, essa opção se reveste de todas as garantias e validades jurídicas, num ambiente seguro e confiável.

Por tudo isso, a política de combate às fraudes têm sido premissa de nosso setor, a partir das diretrizes e fiscalização do ITI, que além de garantir métodos seguros de gerenciamento de chaves, por meio da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil, não prescinde de ritos minuciosos e eficazes de identificação do requerente que atrele indelevelmente a chave privada ao titular da mesma. Por isso a ICP-Brasil se destaca mundialmente de outras plataformas mundiais.

Julio Cosentino é presidente da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD)

Fonte: Segs

Tags: , ,

0 Comentários

Deixe um Comentário