nov 13, 2018

Em busca de mais praticidade e mais segurança, o certificado digital surge como a opção ideal, tanto para pessoas físicas quanto para jurídicas. O certificado é um documento que identifica, por meio de uma autenticação forte, pessoas ou empresas, para garantir segurança em transações feitas pela internet.

Muita gente, porém, não sabe como ter um certificado como este e que existe, inclusive, variados tipos. De acordo especialistas da área, que emitem certificados digitais, todos os tipos servem para substituir assinaturas, mas cada um é utilizado para um propósito diferente.

Confira os principais tipos de certificados:
E-CNPJ: Este tipo de certificado é usado para assinar digitalmente em nome da empresa, substituindo documentos que eram produzidos com papel e caneta. Com este tipo de certificado digital, é possível, por exemplo, autorizar o contador a entrega de documentos para a Receita e informar ao INSS dados sobre os funcionários.

E-CPF: Ele possui a mesma função do e-CNPJ, mas voltado para pessoas físicas. Ter um certificado digital deste tipo agiliza a resolução de questões burocráticas, já que com o e-CPF é possível assinar de forma virtual qualquer documento com validade jurídica, de forma muito mais prática e eficaz.

Certificado A1: Esse tipo de certificado é gerado e armazenado diretamente no computador do titular, dispensando o uso de dispositivos móveis (como tokens ou cartões inteligentes). Sua validade é de um ano e exige que a senha seja digitada uma única vez durante a instalação do arquivo — em cada máquina instalada —, sem precisar repetir o processo a cada atividade a ser realizada, como emissão de notas fiscais, entre outras. O certificado é armazenado na máquina em que é instalado.

Fonte: IBahia

Tags:

0 Comentários

Deixe um Comentário