jul 23, 2019

Marcelo Buz foi nomeado, na última quinta-feira, 24, diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI. O ato de nomeação foi assinado pelo Vice-Presidente da República, no exercício do cargo de Presidente da República, e publicado no Diário Oficial da União – DOU. Na segunda-feira, 28, o novo diretor-presidente do Instituto tomou posse e iniciou oficialmente as atividades na Autarquia.

Entre as principais ações previstas pela nova gestão está a adoção de medidas para ampliação do acesso de toda população ao certificado digital da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil e a interação com entidades, públicas e privadas, com o objetivo de promover o surgimento de novas aplicações que fazem uso da certificação.

Para o novo diretor-presidente do ITI, o certificado digital terá importante papel em ações do Governo Federal. “A desburocratização do Brasil é uma das grandes metas do Governo Bolsonaro, e uma das formas de simplificação dos processos é a digitalização e o fortalecimento do governo eletrônico. Nesse cenário, o certificado digital se torna um grande aliado, pois é ele quem garante a validade jurídica dos atos praticados eletronicamente”, explicou Buz.

Natural de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Marcelo Amaro Buz é vereador licenciado, formado em Administração de Empresas com ênfase em Marketing pela ESPM.

Sobre o ITI

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI é uma autarquia federal, vinculada a Casa Civil da Presidência da República, que tem por missão manter e executar as políticas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. Ao ITI compete ainda ser a primeira autoridade da cadeia de certificação digital – AC Raiz.

0 Comentários

Deixe um Comentário