maio 22, 2022

Em 2021, o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) executou 99,07% do seu orçamento disponível para o ano. O resultado é considerado bastante significativo, especialmente frente ao desafio imposto pelo último ano, de contratações muito especializadas para projetos estruturantes, que visaram atender às novas competências da Autarquia, e que exigiram especial cuidado na elaboração dos respectivos Termos de Referência.

No ano passado, dos R$ 31.085.694,00 referentes à dotação destinada ao ITI, foi executado o total de R$ 30.796.854,31, valor este utilizado tanto para os investimentos quanto para o custeio da Instituição.

Também em 2021, foram implantados mais de R$ 10 milhões de projetos licitados em 2020, deixando o parque tecnológico do ITI cada vez mais atualizado e seguro.

Desde o início da atual gestão, o respeito aos recursos públicos e o aumento da eficiência no seu uso vem do binômio “relevância x capacidade de execução”. Assim, se de um lado se priorizaram os esforços nos itens mais importantes, de outro, o trabalho em equipe, que contou com o permanente patrocínio da alta gestão, a motivação, o preparo e o amadurecimento das equipes envolvidas, permitiu que não se pulverizasse o orçamento em projetos incompletos e, finalmente, se atingisse resultado tão expressivo.

Entenda
A execução orçamentária é a utilização dos créditos (ou dotações) consignados no Orçamento ou Lei Orçamentária Anual (LOA).

Dotação orçamentária é toda e qualquer verba autorizada, consignadas na LOA, prevista como despesa em orçamentos públicos e destinada a fins específicos.

Fonte: ITI

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe um Comentário