nov 28, 2021

A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (Abrid) criou um Grupo de Trabalho da Comissão Especial de Assinatura Eletrônica com a proposta de “contribuir, de forma colaborativa, com instituições públicas e privadas na orientação e construção de normas, procedimentos e padrões a serem definidos para o uso da assinatura eletrônica no contexto da identificação civil e em outros temas de interesse”.

Recentemente o Ministério da Economia divulgou que o uso de assinaturas digitais gratuitas pelo portal Gov.br cresceu 45 vezes, de 13,2 mil utilizações mensais para 606,1 mil entre janeiro e agosto deste 2021. Nas contas da pasta, isso significa uma economia de R$ 50 milhões em registros de cartório ou certificados digitais. Inicialmente, fazem parte da Comissão criada pela Abrid as empresas Certisign, Serasa Experian e Valid, além da Associação das Autoridades de Registro do Brasil.

De acordo com o Presidente da Abrid, Célio Ribeiro, que preside a Comissão Especial, “É interesse dessa Abrid participar na elaboração de normas, regulamentações, procedimentos e padrões a serem definidos para uso de assinatura eletrônica nesse grande projeto de modernização da identidade civil, mas não limitado ao mesmo. Necessitamos assim, criar a inteligência técnica necessária de forma a contribuir em diversas frentes possíveis.”

Para o presidente-executivo da AARB, Edmar Araújo, a iniciativa é um importante passo ao propor que empresas, entidades e o setor público colaborem com normas e padrões para a identidade civil no país. “Precisamos desburocratizar e dar mais segurança aos documentos, diminuir as fraudes, os vazamentos de dados e facilitar a sua emissão e integração entre o cidadão e o poder público”, diz Araújo.

* Com informações da Abrid e AARB

Fonte: https://www.convergenciadigital.com.br/Governo/Certificado-Digital-x-Assinatura-Digital%3A-Empresas-querem-discutir-com-governo-58184.html?UserActiveTemplate=mobile

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe um Comentário