set 23, 2021

Criada em 29 de julho de 2008 com validade de 13 anos, a cadeia de certificação V1 da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) expirou em 29 de julho de 2021, às 16h17 do horário de Brasília.

No final de 2014, conforme previsto no plano de migração para atualização dos padrões criptográficos, os certificados digitais no padrão da ICP-Brasil de usuários finais emitidos sob a cadeia V1 expiraram, já os certificados de Autoridades Certificadoras (ACs) se mantiveram válidos até o certificado da Autoridade Certificadora Raiz (AC Raiz) expirar na última quinta-feira.

Significa dizer que, até então, a AC Raiz e as ACs continuaram emitindo e assinando Listas de Certificados Revogados (LCRs) na cadeia V1 regularmente.

Trata-se do encerramento da vigência da segunda raiz da ICP-Brasil, a primeira a fazer uso da nova plataforma criptográfica, hardware e software, da AC Raiz da ICP-Brasil, proveniente do Projeto João de Barro. Um marco para o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) e para a ICP-Brasil, ao prover, pela primeira vez no Brasil, uma versão da raiz ICP-Brasil com tecnologia 100% nacional.

Para o Diretor de Infraestrutura de Chaves Públicas, Maurício Coelho, “A cadeia V1 cumpriu seu objetivo de proporcionar inovação tecnológica e plena autonomia ao ITI, enquanto AC Raiz da ICP-Brasil, na gestão de todo o ciclo de vida de uma cadeia criptográfica.”

Fonte: https://www.gov.br/iti/pt-br/assuntos/noticias/indice-de-noticias/fim-do-ciclo-de-vida-da-cadeia-v1-da-icp-brasil

Tags: , , , ,

0 Comentários

Deixe um Comentário