dez 2, 2022

A Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil segue em crescimento e já registrou a emissão de 667.068 certificados digitais em setembro deste ano. O número representa crescimento de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram emitidos 640.159 certificados. Com o incremento, a ICP-Brasil atingiu a marca de mais de 11 milhões de certificados ativos, apontando para ampliação dos usuários da tecnologia.

Com os números disponibilizados até o momento, entre janeiro e setembro deste ano já foram emitidos 6.131.977, o total pode ser ainda maior, conforme atualizações nos bancos de dados do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI. A projeção é de que 2022 encerre com a marca de mais de 8 milhões de certificados emitidos, um recorde para ICP-Brasil.

Entre os certificados ativos, 50,8% são de pessoa jurídica, 48,4% são de pessoa física e 0,8% são de equipamentos. A distribuição por tipos segue com 54,2% tipo A1, 45% tipo A3 e 0,8% de outros modelos.

Dos certificados emitidos em agosto deste ano, 259.544 foram emitidos na região sudeste do Brasil, 117.583 na região sul, 106.372 na região centro-oeste, 94.496 na região nordeste, 34.754 na região norte, no exterior foram registradas 15 emissões e 54.304 não tiveram a localização registrada.

Confira as emissões mensais atualizadas de 2022:

Janeiro: 628.150, crescimento de 8% em ao mesmo período de 2021.
Fevereiro: 654.095, crescimento de 13,4% em relação ao mesmo período de 2021.
Março: 702.557, crescimento de 16,6% em relação ao mesmo período de 2021.
Abril: 568.412, crescimento de 3,5% em relação ao mesmo período de 2021.
Maio: 747.298, crescimento de 13,4% em relação ao mesmo período de 2021.
Junho: 722.947, crescimento de 3,7% em relação ao mesmo período de 2021.
Julho: 689.292, crescimento de 2,1% em relação ao mesmo período de 2021.
Agosto: 752.093, crescimento de 6,6% em relação ao mesmo período de 2021.
Setembro: 667.068, crescimento de 4,2% em relação ao mesmo período de 2021.

Observação: os números podem sofrer variações conforme atualizações nos sistemas do ITI

Fonte: ANCD

Tags: , , ,

0 Comentários

Deixe um Comentário