set 27, 2021

O futuro da certificação digital nos padrões da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil e sua importância para a segurança da digitalização e da desburocratização do país estão sendo discutidos no 17º CERTFORUM, que começou nesta quarta-feira, 25 de setembro, em Brasília.

Com a participação do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a abertura do CETFORUM 2019 lotou o auditório do Instituto Serzedelo Corrêa de entusiastas da área de certificação digital, além de representantes das empresas certificadoras e autoridades.

“Colocamos no centro do governo Bolsonaro aquele que é verdadeiramente o dono do Brasil: a cidadã e o cidadão. E para isso, a atividade de certificação digital é exatamente o que desejamos com a facilitação da vida dos brasileiros, nas trocas econômicas e com a formatação de contratos. Isso significa ter um governo que dá alguns passos para trás para que os cidadãos deem passos para frente”, declarou Lorenzoni.

O foco no cidadão para o desenvolvimento digital do Brasil foi corroborado pelo deputado federal Hugo Leal (PSD/RJ), que é titular da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados. Ele reforçou que a tecnologia da certificação digital apresenta este viés de servir ao cidadão, conjugando facilidades com critérios de segurança.

Certificado Digital para todos os brasileiros

Em sua fala de boas-vindas, o ministro Onyx citou o pujante mercado de certificação digital, que emite cerca de 500 mil certificados digitais no padrão ICP-Brasil por mês, o que significa uma média de crescimento de 30% em relação ao ano passado.

Os números, no entanto, ainda não representam o real potencial da ICP-Brasil para o pleno desenvolvimento digital do país, de acordo com o diretor-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, Marcelo Buz, para o qual, pelo menos os 80 milhões de cidadãos economicamente ativos deveriam ter em mãos um certificado digital até o fim deste governo.

Buz destacou o know-how de 18 anos da ICP-Brasil (completados neste agosto) como elemento imprescindível para que o país seja um dos protagonistas da nova ordem econômica, que tem como máxima “the data is the new oil”. A expressão faz referência à 2a Revolução Industrial, que teve o petróleo como principal fonte de energia para o desenvolvimento do setor da indústria dos países atualmente considerados desenvolvidos.

“Não há como nos furtarmos de reconhecer, uma vez por todas, que somos, sim, um dos principais setores que pode levar o Brasil a realizar o salto da rã, direto para a revolução 4.0. Temos que fazer e ser os protagonistas deste novo cenário”, defendeu em seu discurso de abertura convocando mercado, governo e sociedade a caminharem juntos para o Brasil digital.

Os passos a trilhar, segundo o presidente-executivo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital – Abrid, Célio Ribeiro, é a verdadeira parceria entre o público e o privado. “Temos aqui no CERTFORUM cidadãos, acadêmicos, representantes da indústria de certificação, do Executivo, do Legislativo, do Judiciário e de países irmãos do Mercosul. O caminho para o digital é o da parceria”, finalizou.

A mesa de abertura ainda contou com a presença do diretor-geral do Instituto Serzedello Corrêa, Fábio Henrique Granja e Barros, que desejou a todos um bom trabalho durante o evento.

O CERTFORUM é realizado pelo ITI, autarquia vinculada à Casa Civil da Presidência da República, em parceria com a Abrid.

O evento conta com o apoio institucional da Associação das Autoridades de Registro do Brasil – AARB; da Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD; da Associação Nacional de Autoridades de Certificação Digital – ANCert; da Associação Brasileira de Tecnologia e Identificação Digital – ATID; do CryptoID; e do Instituto Serzedlo Corrêa.

O CERTFORUM 2019 tem como patrocinadores as empresas Certisign, Digitalsign, Dinamo Networks, e-GAG, Kryptos, Link Certificação Digital, Online Certificadora, Serasa Experian, Soluti, SPC Brasil, Valid Certificadora Digital.

0 Comentários

Deixe um Comentário